Dicas verdadeiras para reduzir o pré e o diabetes

Ame a si próprio, persista em seus objetivos, a sua saúde é o seu maior bem !

  • Monitore sua taxa de glicose diariamente. Logo ao levantar-se e duas horas após o almoço. Ao levantar-se, a taxa de glicemia em jejum deve estar entre 65 a 99. Antes de refeições, a dosagem de glicose deve estar entre 80 e 120, e duas horas após as refeições, 140 ou menor. Batalhe para atingir e manter a hemoglobina glicada (taxa A1c) em 6 ou menor. Acima de 7 mostrará um controle falho da glicemia. Examine a A1c a cada 3 meses. Exija isso de seu endocrinologista.
  • Os três macro-nutrientes que consumimos são: proteínas, gorduras e carboidratos. Os carboidratos afetam ou aumentam a taxa de açúcar no sangue em maior grau. As proteínas ingeridas em excesso podem se converter em glucose, enquanto as gorduras não tem efeito algum sobre a glicemia.

 Quanto a alimentação correta você DEVE:

  • Reduzir ou eliminar a ingestão de grãos, trigo de qualquer espécie (trigo, cevada, centeio, cevadinha, gérmen de trigo) em preparações feitas com ele, bolachas, massas, arroz, açúcar, leite, iogurte, milho, frutas, balas e doces, fritas e salgadinhos. Dependendo do controle efetuado, como por exemplo no pré-diabetes, não mais do que duas porções pequenas ao dia, exceto o trigo, que pelos malefícios à saúde, deve ser eliminado por completo.
  • Não tomar sucos de frutas ou refrigerantes mesmo os diet. Lembre-se: seu corpo é feito de água, e é de água que você necessita. Hidrate-se tomando bastante água, se possível dois litros ao dia e entre as refeições, não durante pois isto pode interferir na digestão e absorção dos nutrientes.
  • Limitar o consumo de frutas ao máximo. As frutas, com exceção do abacate que pode ser consumido sem limites, têm frutose e contribuem para a elevação rápida da glicemia.
  • Escolher o adoçante correto. Os adoçantes artificiais convertem-se em formaldeído, uma substância tóxica, parente do formol, que causam danos no cérebro, como o mal de Alzheimer, e ainda podem elevar a taxa de glicose prejudicando os diabéticos assim como o faz o aspartame, um veneno (http://www.curaeascensao.com.br/alimentacao_saude/alimentos/alimentos2.html). O ciclamato monossódico foi proibido nos Estados Unidos e ainda faz parte no Brasil junto a composição da maior parte dos produtos e bebidas diet. A sacarina sódica é outro agente tóxico, prejudicial aos hipertensos por conter sódio (Na+). A sucralose, adoçante mais recente, ainda não tem muitos estudos a respeito, porém já foi identificada por cientistas indianos junto com outros adoçantes como um componente que altera a flora bacterina podendo provocar desordens metabólicas (vide  http://www.nature.com/news/sugar-substitutes-linked-to-obesity-1.15938) se utilizado em excesso. O adoçante recomendado é a STEVIA, por ser natural, reduz as cáries e não provoca resposta insulínica. A Stevia pode ser encontrada no mercado brasileiro sem problemas. Há ainda a trúvia, adoçante produzido pela Coca-Cola, com um componente da stevia, a rebiana e o Xilitol. Estes últimos ainda não são facilmente encontrados em nosso mercado, mas prometem ser uma boa alternativa.
  • Eliminar os óleos vegetais, como o de milho, soja, canola. Estes óleos contém resíduos de gasolina (hexano), provocam doenças de coração e câncer. Use somente azeite extra virgem para todas as suas preparações ou ainda o óleo de coco, que é saudável, rico em ácido láurico, tem propriedades anti-bacterianas, anti-fúngicas, melhora a atividade tireoidiana e auxilia na perda de peso, por conter as gorduras de cadeia média (Medium Chain Triglycerides).
  • Eliminar as margarinas ou qualquer composto que contenha gorduras hidrogenadas. As margarinas são um óleo vegetal, aquecido em alta temperatura aonde são adicionados o hidrogênio, nickel, alumínio, deixando-a com um aspecto liso e macio. A margarina é conhecida pelos engenheiros químicos como a gordura plástica. Está relacionada à doenças cardíacas, câncer, demência e condições neurológicas degenerativas.
  • Comer ovos, pois eles não prejudicam o colesterol. Pelo contrário até ajudam a aumentar o colesterol bom HDL por conta de uma lecitina encontrada nas gemas que emulsifica o colesterol. Outro elemento encontrado no ovo é a colina, precursor do neurotransmissor acetilcolina, que pode melhorar a memória e previne contra doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson.
  • Reduzir ou até mesmo eliminar o leite e alguns produtos derivados como o iogurte, queijo cottage, queijos não fermentados, e manteiga. Isto se deve pelo fato do leite ter uma proteína insulinotrópica, que eleva as taxas de glicemia no sangue. Já os queijos curados, fermentados, durante o processo de fermentação perdem um aminoácido que tem este poder de elevar a glicemia. Portanto os queijos curados, como a mussarela, queijo prato, gorgonzola, edam, brie, gouda, etc., são uma excelente opção de lanche.
  • Evitar a soja. Ela enfraquece o sistema imunológico, prejudica a tireoide, faz aumentar as demandas de vitamina B12 e D. A soja possui inibidores de tripsinas que causam doenças pancreáticas, contém alumínio que é tóxico aos rins e sistema nervoso. Na forma fermentada em tofu, missô, considera-se ser menos problemática.
  • Consumir a linhaça, farinha de coco, farinha de castanhas e castanhas cruas ou torrdas, como a amêndoa, castanha de caju, semente de girassol, gergelim, amendoim, castanha do pará. São excelentes fontes de carboidratos, proteínas e gorduras, além de ricas em vitaminas. Veja as receitas que serão sempre colocas nos posts para ajudar neste processo.
  • Consumir azeite de oliva extra virgem e óleo de coco em todas as suas preparações quentes ou frias.
  • Dar preferência ao leite de coco e de amêndoas ao invés do leite de vaca, cabra ou soja.Verifique como preparar no post de receitas.
  • Praticar exercícios diariamente. Pelo menos faça caminhadas de 20 a 30 minutos diários. Qualquer exercício, se praticado com regularidade, todos os dias, irá ajudar a reduzir a resistência à insulina, perder peso e aumentar a massa magra corporal.
  • Evitar o stress. Stress em demasia eleva as taxas de açúcar no sangue. Procure ter boas noites de sono, descansar. Pratique meditação, um excelente método para ter a mente e o corpo tranquilos.

Deixe uma resposta